SQL Server 2016 SP1 Liberado! Muitas novidades!

Hoje é um grande dia para a comunidade SQL Server!
Não, não pelo simples fato do lançamento de um Service Pack, mas sim pelo lançamento do Service Pack de maior impacto dos últimos tempos!
O SP1 do SQL Server trouxe MUITAS novidades e vou tentar resumir o que achei mais interessante.

A primeira novidade é que VÁRIOS recursos antes apenas disponíveis na edição ENTERPRISE agora estão disponíveis nas demais edições. Isso mesmo, recursos como in-memory OLTP (Hekaton), Column Store, Database Snapshots, Compressão e Particionamento, entre outros, estão disponíveis até mesmo na edição Express.

Há inclusive vários recursos de destaque que são novos do SQL Server 2016 e que já foram disponibilizados para as demais edições, entre eles Always Encrypted, dynamic data masking e row-level security!

Obviamente estes recursos obedecem a algumas limitações da própria edição, mas isso não torna a mudança menos relevante. Por exemplo, não será possível utilizar o Chance Data Capture (CDC) no SQL Server Express Edition, pois este não possui o SQL Server Agent.

No caso de recursos como Hekaton e Column Store nas novas edições onde ele agora estará presente será permitido utilizar 25% da RAM para tais recursos, mas o ponto chave é que estes 25% não contam para o total atual. Ou seja, se você utiliza a edição Express, limitada a 1GB de RAM, poderá usar 256MB de RAM para o Hekaton e OUTROS 256MB para o Column Store, sem interferir no 1GB utilizado pela instância como um todo.

Resumindo, na prática há um ganho de 50% no total de RAM das demais edições!

Veja nessa imagem os novos recursos disponíveis agora em todas as edições:

ee_features

Essa outra imagem faz uma comparação entre as instalações RDM x SP1.

ee_features2

Uma vantagem dessa mudança, que talvez não seja percebida por todos, é que agora é possível executar o MESMO CÓDIGO em qualquer edição do produto. Isso permite que você cresça sua empresa e/ou produto que consume dados do SQL Server sem maiores impactos ou necessidades de adaptação!

Isso não quer dizer que não vale mais a pena pagar a mais para ter a edição ENTERPRISE. Muitos recursos interessantes continuam existindo nesta edição, principalmente em relação a operações ONLINE e recursos de ALTA DISPONIBILIDADE!

Uma comparação completa entre as edições pode ser vista nesse link.

Um outro recurso bem interessante é a possibilidade de CLONAR um Banco de Dados, levando todo seu schema, metadados, estatísticas, mas SEM OS DADOS. A sintaxe padrão pode ser vista neste link oficial da MS sobre o SP1.

Outra novidade que talvez seja a mais simples, mas que certamente vai gerar muita comemoração é que agora é possível usar a sintaxe de CREATE OR ALTER, para procedures, triggers, functions, views.. como já existe em outros SGBDs e a comunidade sempre reclamou do fato de não existir no SQL Server!

Há ainda outra novidade que também já era solicitada por muita gente na comunidade e que veio com este SP foi a possibilidade de utilizar HINTs para alterar o comportamento, a nível de consulta, de forma que antes só era possível através de Trace Flags!

Isso mesmo, com a opção de consulta USE HINT você pode, por exemplo, desativar o parameter sniffing em uma determinada consulta e isso SEM NECESSIDADE de permissão de SYSADMIN.

Por enquanto são apenas 9 hints, mas acredito que isto seja ampliado com o tempo.

use_hint

 

Entre as novidades, foram também adicionadas uma série de novas DMFs, melhorias em DMVs/Extended Events, novos alertas e até mesmo Trace Flags. Os detalhes podem ser vistos nesse post oficial do time do produto ou nesse outro post.

Há também algumas novidades para o SSRS 2016, mas sobre estas vou deixar este link para que possam ler mais detalhes.

Já a nível do SSAS 2016, que não é meu ponto forte, vi que alguns bugs foram corrigidos e o que parece ter causado maior alegria na comunidade foi o fato de que o SSAS Tabular agora é NUMA-Aware.

ssas.png

 

Por enquanto é isso! Novas informações serão adicionadas no blog do time do produto, que promete posts com exemplos de uso e mais detalhes sobre estas novidades.

 

Obs: NÃO há expectativa de que estes recursos/novidades sejam levados para versões ANTERIORES do SQL Server então, se deseja tirar proveito delas, é hora de migrar para o SQL Server 2016!

Obs 2: não esqueça que, por mais que hajam várias novidades interessantes, a aplicação de um Service Pack é um processo crítico que deve ser VALIDADO em um ambiente de HOMOLOGAÇÃO antes!

Esse post foi publicado em Artigos, patches, Virtual PASS BR. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s