Trabalhando com Dados Geográficos e relatórios de Drill through no SQL Server 2012 – Parte 3

Havia feito um material sobre relatórios de Drill through aqui no blog, mas após uma conversa por e-mail vi que ficou faltando mostrar como relacionar os dados geográficos, ou seja os mapas, e os dados que desejamos analisar. Sendo assim, vou tentar explicar esse processo nesse post!

O primeiro passo é abrir o SQL Server Data Tools (novo nome para o BIDS) e adicionar um novo relatório ao seu projeto.

Adicionando um relatório

Adicionando um relatório

Agora adicione um objeto MAP em seu relatório

Adicionando um mapa

Vamos adicionar uma camada em nosso relatório com os dados geográficos. Veja que temos 3 opções, “Map Gallery”, que permite que você utilize um mapa já “registrado” na sua galeria de mapas no Data Tools, “ESRI Shapefile”, que permite adicionar diretamente um mapa a partir de um shapefile, e “SQL Server Spatial Query” onde utilizamos uma consulta a um banco de dados que retorna os dados geográficos. Utilizaremos essa última opção.

Adicionando uma cama de dados geográficos

Precisamos agora definir o Dataset que fará a conexão com a base de dados para que possamos consultar os dados espaciais.

Definindo dataset para dados geográficos

Como não temos nenhum dataset que já faça conexão com a base de dados em questão, vamos criar um novo:

Criando um novo data source

Configure seu data source, apontando para o banco de dados onde está a tabela com os dados geográficos:

Configurando o data source

Configurando o data source

Vamos avançar para a próxima etapa do relatório:

Configurando o data source

Informe agora a consulta T-SQL que selecionará os dados geográficos do seu banco de dados e clique no botão da exclamação para executar a consultar e validar o resultado obtido:

Selecionando os dados geográficos

Valide o resultado obtido e configure opções como zoom, qualidade da imagem, etc:

Validando o resultado

Defina a forma de visualização do mapa (aqui fica a sua escolha e o tipo de análise que pretende fazer):

Definindo a forma de visualização

Devemos agora definir a fonte dos dados que desejamos analisar. Caso o nosso dataset já trouxesse esses dados em conjunto com os dados geográficos poderíamos utilizar o mesmo como fonte, mas como no nosso caso isso não ocorre (e eu prefiro essa forma) devemos configurar um novo dataset que traga tais dados:

Definindo o dataset para os dados a serem analisados

Definindo o dataset para os dados a serem analisados

Defina agora a consulta que trará os dados a serem analisados e valide a mesma clicando no  botão da exclamação:

Definindo os dados a serem analisados

Agora talvez a etapa mais importante. Precisamos definir como serão relacionados os nossos dados geográficos e os dados que desejamos relacionar. Para isso precisamos que ambos os conjuntos de dados tenham uma coluna que permita esse relacionamento.

No nosso caso ambos tem a coluna BAIRRO que trazem os nomes dos bairros que desejamos relacionar. Esse campo poderia ser um valor inteiro como um ID ou outra forma, o que importa é que os dados permitam o relacionamento.

Em nosso exemplo o primeiro dataset retorna dados geográficos sobre os bairros e o segundo dataset trás informações sobre a quantidade de pessoas em cada bairro.

Caso os campos tenham o mesmo nome o próprio Data Tools fará a configuração:

Relacionando dados geográficos e dados a serem analisados

Agora podemos configurar algumas opções do relatório, como a exibição ou não de legendas:

Configurando opções do relatório

Agora podemos clicar no botão PREVIEW e ver o resultado obtido:

Visualizando o resultado obtido

Bem, espero que esse post ajude a todos que desejam utilizar dados geográficos em seus relatórios!

Se houver algum ponto que ainda esteja faltando, por favor, me avisem nos comentários e vejo como posso adicionar aqui no blog!

Esse post foi publicado em Artigos, Spatial, Virtual PASS BR. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Trabalhando com Dados Geográficos e relatórios de Drill through no SQL Server 2012 – Parte 3

  1. Pingback: Dados Geométricos e Geográficos – SQL Server 2008 / 2012 « Alex Souza

  2. mini disse:

    Como é possivel efetuar a carga dos dados do Brasil?

    • magalhaesv disse:

      Você fala dos mapas ou dos dados a serem analisados?

      Os mapas é só você obter um shapefile do Brasil no formato que deseja (por estado, cidade, etc). Você consegue isso no site do IBGE, Embrapa, entre outros.

      Já quanto aos dados em si, você pode utilizar qualquer dado que tenha, desde que faça o relacionamento deles como mostrei no artigo, mas o dado em si você precisa obter em uma fonte que possua os dados de seu interesse.

      Explique melhor sua necessidade que talvez possa ajudar com mais detalhes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s