Alterando os parâmetros de inicialização do SQL Server em um ambiente em cluster

Em algumas situações, seja por troubleshooting ou buscando alguma melhoria em nosso ambiente, decidimos alterar parâmetros de inicialização do SQL Server.

O procedimento para realizar essa alteração está descrito nesse artigo da Microsoft, inclusive para ambientes em cluster (veja a nota logo no início do artigo).

Basicamente, o que você deve fazer é acessar o SQL Server Configuration Manager (SSCM), acessar as propriedades do serviço do SQL Server e ir na guia “Advanced” e nela procurar o item “Startup Parameters” e realizar a alteração, como mostra a figura abaixo:

Parâmetros de inicialização no SQL Server

Vale lembrar que no SQL Server 2012 o processo para realizar a alteração foi alterado/facilitado, com uma aba própria para tal operação:

Parâmetros de inicialização no SQL Server 2012

O detalhe é que esse processo quando executado em um ambiente de cluster na verdade deve ser um pouco diferente do que diz o documento da Microsoft que citei a pouco.

Nesse caso o processo a ser realizado deve ser:

  1. Acesse o nó ATIVO do cluster e com o serviço do SQL Server Online
  2. Acesse o SQL Server Configuration Manager (SSCM) e altere os parâmetros de inicialização
  3. Altere os recursos do SQL Server para que fiquem OFFLINE, utilizando o Failover Cluster Manager (FCM) (isso não vai causar failover do serviço)
  4. Altere os recursos do SQL Server para que fiquem ONLINE, utilizando o FCM

Esse processo irá permitir que as alterações feitas no registro do windows sejam replicadas do nó ativo para os demais e garantir que a alteração nos parâmetros de inicialização seja realizada com sucesso.

Se você tentar realizar a alteração direto pelo SQL Server Configuration Manager elas serão perdidas/ignoradas.

Já no caso de alteração pelo registro do windows vale lembrar que dessa forma as chances de que algo de errado aconteça são razoáveis e que, se o serviço estiver offline, podem inclusive ocorrer problemas e o serviço não iniciar mais! Então siga o procedimento recomendado e não corra o risco de deixar seu ambiente não operacional.

Caso você deseje entender como funciona o processo de sincronia dos registros das máquinas em um ambiente em cluster e/ou como proceder caso faça uma alteração no registro e o serviço não consiga mais ser iniciado, aconselha a leitura dos links abaixo:

Esse post foi publicado em Artigos, Virtual PASS BR. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Alterando os parâmetros de inicialização do SQL Server em um ambiente em cluster

  1. Nilton Pinheiro disse:

    Boa dica!! Infelizmente no 2005/2008 alterar os parâmetros de inicialização é uma atividade que requer muita atenção! Principalmente quando falamos de uma instalação em cluster. Ainda bem que no 2012 a MS voltou com a guia Startup Parameters🙂

    Tempos atrás durante uma instalação …fui alterar a porta do SQL e infelizmente tive o desprazer de viver na pele o problema no SQL não subir mais. A solução doi ter que adotar o método 2 apresentado no KB 953504.
    Para não esquecer acabei montando o post abaixo onde demonstrei como resolver o problema.

    http://www.mcdbabrasil.com.br/modules.php?name=News&file=article&sid=475

    abraços e CUIDADOS
    Nilton Pinheiro

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s