O que preciso saber para ser um bom DBA?!

Algumas vezes me perguntam o que eu acho que uma pessoa deve estudar para ser um bom DBA.. bem, primeiro eu acho que não há resposta certa para essa pergunta, mas vou fazer alguns comentários sobre uma série de conhecimentos que devem ser parte dos estudos de alguém que pensa em vivenciar a profissão de DBA.

Os primeiros assuntos que um DBA deve conhecer, obviamente, são aqueles relacionados a sua área direta de atuação, ou seja, projeto de banco de dados (seja OLTP e/ou OLAP), linguagem SQL (se houver uma base de álgebra relacional ajuda bastante!) e os conhecimentos técnicos do SGBD com o qual você trabalha. O problema é que muita gente quer ficar limitada a isso!

Agora vamos analisar, será que um bom motorista conhece apenas as boas práticas de direção e regras de trânsito, ou será que o fato dele conhecer algo sobre mecânica pode ajudá-lo em sua profissão? E olha que nem estou falando no fato dele saber consertar o veículo, mas sim de saber como este funciona para tirar o melhor proveito dele. Será que o fato dele conhecer os valores de RPM para cada marcha, tipos de óleo para o motor, calibragem dos pneus para diferentes situações, pode ajudá-lo a desempenhar melhor o seu papel? Eu acredito que sim.

Acredito que isso também sirva para a carreira de um DBA, onde este deve conhecer o funcionamento interno da ferramenta que utiliza, não pelo conhecimento em si, mas para que, com esse conhecimento, possa tirar melhor proveito dos recursos da ferramenta.

Mas e ai, fica só nisso? Não, claro que não. E o ambiente onde o SGBD vai funcionar, não interfere em sua performance? Claro que sim! Então é importante para o DBA conhecer, mesmo que não se torne um especialista, como o ambiente impacta o SGBD. Noções de redes, virtualização (SIM, BDs virtualizados cada dia mais são realidade), storage, Sistema Operacional, Discos (já está informado sobre os discos SSD, por exemplo?), tudo isso impacta e MUITO no funcionamento do SGBD e por isso o DBA deve ser capaz de, pelo menos, se relacionar bem com os profissionais responsáveis por tais itens, fornecendo e recebendo informações técnicas para/de cada um deles.

Como posso eu, DBA, discutir e pedir alguma melhoria no storage que me atende se não consigo sequer dar as informações para que esse profissional inicie sua análise? E como saberei o que pedir se não conheço como funciona? Imagine um usuário pedindo para melhorar a performance das consultas, mas sem te dizer que tela, relatório ou funcionalidade do sistema está lento? Não será uma tarefa fácil…

Ai vem aquela velha pergunta “mas eu já tenho muita coisa para estudar, não tenho tempo/disposição para isso”, ai vem aquela velha máxima “senta e chora”… nos dias de hoje, com a exigência de profissionais cada vez mais qualificados, não há muito tempo para esse tipo de “desculpa”. É claro que esse conhecimento não se adquire da noite para o dia, ninguém será um especialista em N tecnologias com apenas um mês de estudo, o que conta mais na verdade é o quanto você está se esforçando para chegar nesse ponto. Se eu sei que é muita coisa para aprender e não faço nada, pode ter certeza que esse ponto ficará cada dia mais distante.

Agora chegamos em uma outra pergunta que normalmente é feita.. “e como eu aprendo tudo isso?”. Novamente não há resposta fácil, mas cursos, livros, apostilas, webcasts sobre esses assuntos vão ajudar nos passos iniciais. “Pentelhar” o pessoal da área de infra ou similares de sua empresa para que te expliquem alguns desses assuntos e pedir para participar de alguns processos desse setor também podem ajudar bastante, pois, afinal, a prática é quem realmente ensina.

Agora já vimos tudo que é preciso para ser um bom DBA, certo? Errado! Fora as habilidades técnicas, há outra parte muito importante, que são as habilidades interpessoais. Saber lidar com pessoas (sejam elas desenvolvedores, pessoal de infra ou até mesmo diretores da empresa) e se comunicar claramente (não só em linguagem técnica!) são habilidades muito importantes. O DBA sempre está no meio dos processos, seja ele o desenvolvimento de um novo sistema para o cliente externo, seja a melhoria de alguma rotina do ambiente interno da TI ou um relatório para a alta gestão da empresa fazendo dessas habilidades interpessoais muito importantes.

Por último, vem um ponto que é um grande facilitador (ou dificultador) nesse processo. O conhecimento do idioma inglês. Como sabemos não temos tanto material técnico bom em nosso idioma quanto em inglês então, saber esse idioma vai ajudar bastante.

Para quem quiser ver um pouco mais sobre o trabalho de um DBA recomendo o post abaixo do Gustavo Maia:

Esse post foi publicado em Artigos, Carreira, Virtual PASS BR. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O que preciso saber para ser um bom DBA?!

  1. Flávio Jacinto disse:

    Massa!! Muito legal e parabéns pelas colocações. Creio que o fato de se saber se relacionar faz o aprendizado ficar mais “fácil”. Essa interação com outros profissionais é a chave para diminuir a laguna entre o saber e o desconhecimento.
    Um abraço.

  2. Pingback: Administrador de Banco de Dados e o Gerenciamento de Projetos | Vladimir M. B. Magalhães – SQL Server DBA

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s