Bing it on!

"Earlier
this week Microsoft released its new search engine called Bing, only
it’s not actually a search engine, it’s a decision engine.  What’s
the difference? This business intelligence world is all about making
better decisions and in today’s business environment we are faced with
millions of split decisions that shape the choices we make in our jobs.
What’s the problem? There is a ton of information out there and it’s
not going away, it’s only increasing. Calling out the fact that this
new world of search is all about making better decisions is actually
very ‘BI’ng and separates Bing from other search engines as it
categorizes information and provides the most important thing first. As
the evolution of search continues it’s been interesting to see the
connection between BI and search and to make sense of the information
you are searching and make an informed decision. In a way Bing brings a
certain sense of ‘PI’ or personal intelligence to all of us."

O texto acima foi retirado do blog da equipe de BI (Business Intelligence ou Inteligência de negócio) da Microsoft (Bing it on!). Ele serve como um complemento a minha postagem anterior falando sobre a entrada com maior força da Microsoft no mundo Web.

Basicamente o texto fala que o BING não é apenas um simples buscador e sim uma "ferramenta de decisão". Qual a diferença? o texto fala sobre a ENORME quantidade de informação disponível na web e que o principal hoje em dia não é simplesmente trazer uma "montanha" de informação em poucos segundos e sim a relevância da informação que será exibida, como ela é categorizada e classificada, ou por acaso alguém aqui lê as 98745894589478598934 páginas indexadas por um buscador?! Será que esse número faz mesmo a diferença, ou é a qualidade do resultado encontrado que importa?!

Esta é a proposta do BING e não é a toa que já há alguns artigos na internet falando do aumento na participação da Microsoft no segmento após seu lançamento e comparações demonstrando que o mesmo apresenta resultados mais relevantes em boa parte das pesquisas.
Uma boa comparação pode ser vista aqui.

Não estou aqui querendo dizer que o BING é melhor que o google (nem o contrário) apenas mostrando uma tendência no mercado onde, acredito eu, a Microsoft tomou uma boa iniciativa.

Vale lembrar que o próprio nome BING não foi escolhido a toa. Esse BI do início quer dizer isso mesmo, Business Intelligence, e a tradução seria algo do tipo "utilizando inteligência de negócio" (da mesma forma que runnING seria correndo, etc..).

Fica aqui a pergunta. Será que o "império" da google no mercado de buscadores se manterá por muito tempo? Será que os concorrentes atuais, ou até outros novos, não podem derrubar sua liderança? Pode haver uma mudança brusca neste setor?

Acha difícil? Impossível? Para quem lembra da epóca onde do altavista, do início do cadê, sabe que isto é bem possível. É que ocorre em um piscar de olhos!

Obs: para quem quiser, há uns videos legais no post do blog da equipe de BI!

Esse post foi publicado em Não categorizado. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s